Saúde

Como evitar dor de cabeça no jejum intermitente


Livrar-se do carboidrato de um dia para o outro pode ser um pesadelo para certas pessoas. A sensação é como se a sua cabeça fosse explodir. Vamos entender melhor o motivo da enxaqueca e como driblar esse incômodo.Veja a seguir como evitar dor de cabeça no jejum intermitente!


Como evitar dor de cabeça no jejum intermitente

Saiba que um dos motivos da dor de cabeça durante o processo de dieta é a perda de líquido. Isso porque sem algum tipo de fonte de energia, o organismo busca outro combustível, o glicogênio, que nada mais é do que um carboidrato encontrado nos músculos e fígado.

É importante citar que para cada grama que se perde da reserva de energia, ocorre uma defasagem de 4 gramas de água. E com isso ocorre uma menor quantidade de líquido na circulação, causando uma baixa no transporte do oxigênio para células. Por isso acontece a tão temível dor de cabeça.

E por este motivo é tão importante beber muita água no decorrer do dia. Dessa forma, você repõe o líquido que seu organismo perdeu durante o jejum, e ainda garante diversos benefícios a sua saúde. Sem contar que a água ainda ajuda a dar a sensação de saciedade, já que muitas vezes confundimos a fome com sede.

Portanto, ao fazer o protocolo escolhido do jejum intermitente, procure beber muita água, cerca de 15% a mais do que está acostumado. Dessa maneira você dribla a dor de cabeça e ainda garante vantagens extras ao seu organismo.

Lembrando que por liberar chá durante o jejum, muitos adeptos da prática costumam exagerar na dose para “enganar” a fome. Mas, o exagero pode levar a perda de eletrólitos importantes, o que pode causar a dor de cabeça. Portanto, tenha sempre cautela ao fazer o jejum e sua dieta para não colocar em risco sua saúde. E beba no mínimo 2 litros de água por dia para evitar dor de cabeça.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.