Dieta restrita em carboidrato aumenta as chances de engravidar
Dieta Saúde

Dieta restrita em carboidrato aumenta as chances de engravidar


Você sabia que uma Dieta restrita em carboidrato aumenta as chances de engravidar? É o que aponta um estudo britânico que afirma que a redução de ingestão de carboidrato pode elevar em até 5 vezes a chance de engravidar.Vamos conferir mais informações sobre este estudo britânico?



Dieta restrita em carboidrato aumenta as chances de engravidar

Uma pesquisa feita pela Balance Fertility, uma empresa britânica, levou em conta o estilo de vida, entre outras questões associadas à infertilidade e indicou que uma dieta com reduzido consumo de carboidratos pode elevar de
forma considerável as chances de uma gestação. E isso inclui quem pretende se submeter a um processo de fertilização.

De acordo com médicos que atuaram no estudo, uma porção do carboidrato diário é o limite. A dica, para quem pretende realizar o sonho de ser mãe, é evitar alimentos como pães, especialmente os brancos, e macarrão, por exemplo.

Vale ressaltar que alguns especialistas no assunto recomendam até mesmo mudar radicalmente a alimentação, ao menos durante a etapa de tentativas. Isso porque as taxas altas de carboidratos, essencialmente os refinados, prejudicam as funções metabólicas do corpo. E o excesso pode levar a um quadro de obesidade, que já é um fator considerável de redução da fertilidade.

Saiba que os estudos que indicaram que as mulheres que tinha uma dieta reduzida em ingestão de carboidratos tinham chance de sucesso de uma gravidez de até cinco vezes, em comparação com quem seguia uma dieta tradicional. A recomendação é consumir proteínas e vegetais frescos e diminuir a ingestão de carboidratos para somente um grupo e uma porção por dia.

Para uma alimentação adequada, caso o seu objetivo seja o de engravidar, a recomendação é buscar um nutricionista para uma melhor orientação de dieta de acordo com a sua rotina. Dessa forma, você tem mais sucesso de atingir o seu objetivo e com saúde, o que é mais importante.


Você também pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *