Saúde

5 sintomas da Trombose que você não deve ignorar


Ficar em alerta aos primeiros sinais de trombose é fundamental, já que essa doença é séria e acomete uma enorme quantidade de pessoas. A trombose nada mais é do que a formação de coágulos nos vasos do nosso corpo, prejudicando o sistema circulatório e criando vários transtornos para a nossa saúde. Portanto, confira a seguir os 5 sintomas da Trombose que você não deve ignorar!


5 sintomas da Trombose que você não deve ignorar

Dor nas pernas

Um dos primeiros sintomas a se manifestar é a dor nas pernas. Geralmente quem tem essa doença sente dificuldade para caminhar, descer ou subir escadas, praticar exercícios físicos ou outras atividades que requerem um pouco de esforço.

Dificuldade de locomoção

Por causa das fortes dores na região das pernas, os pacientes com trombose têm dificuldades de locomoção, até mesmo para andar dentro de sua casa.

Pele avermelhada

A pele do indivíduo com trombose costuma ficar mais vermelha na área prejudicada e isso ocorre por causa do acúmulo de sangue na região. Em alguns quadros da doença, a coloração pode chegar a ser mais escura, chegando próximo ao preto ou roxo.

Sensação de queimação no local

Outro sinal de alerta da trombose é a queimação na área em que a doença foi desenvolvida. A dor se assemelha a uma queimadura.

Veja também: SINTOMAS DO HIPERTIREOIDISMO QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LADO

Dor do Peito

Também é muito comum, por causa da ausência de circulação no sangue, que aconteça dor no peito, especialmente ao tentar fazer algum esforço

Veja também: 5 SINTOMAS DE CISTO NO OVÁRIO QUE VOCÊ NÃO DEVE IGNORAR

Tipos de trombose

Trombose arterial – acontece quando coágulo de sangue faz o bloqueio de uma artéria. Costuma ser mais grave do que a venosa e os infartos e acidentes vasculares cerebrais (AVC) podem ser consequências das tromboses arteriais.

Trombose venosa – é o tipo de trombose mais comum. Ocorre quando o coágulo de sangue bloqueia uma veia.

Como prevenir a trombose

Embora não dê para evitar certos fatores de risco, é possível agir na prevenção da doença ao adotar um estilo de vida mais saudável

  • Não fume;
  • Procure manter o peso;
  • Pratique atividade física com frequência;
  • Caso trabalhe muito sentado, procure se movimentar ou utilizar meias de compressão;
  • Beba água para evitar um quadro de desidratação.

Ao menor sinal de problema, consulte seu médico o quanto antes para avaliação do caso.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.