Saúde

5 Sintomas da Endometriose que você não pode ignorar


A endometriose afeta uma média de 176 milhões de mulheres em idade reprodutiva no mundo inteiro e é definida como uma das doenças da mulher atual. A doença ginecológica consiste no desenvolvimento e crescimento da estroma e das glândulas endometriais no exterior da cavidade uterina, que resulta em uma reação inflamatória de caráter crônico. Confira a seguir os 5 Sintomas da Endometriose que você não pode ignorar!


5 Sintomas da Endometriose que você não pode ignorar

Vale citar que no interior do útero, órgão que tem como responsabilidade servir de abrigo para a gestação da mulher no decorrer dos 9 meses, existe um tecido na área mais interna denominada endométrio, onde o embrião se fixa no começo do desenvolvimento. Para que aconteça a implantação, esse tecido responde aos hormônios da mulher, produzidos através dos ovários.

Antes do período fértil da mulher, os ovários fabricam o estrogênio, hormônio responsável pelo crescimento e proliferação do endométrio, e após a ovulação, com a produção da progesterona, o endométrio vira secretor, se tornando receptivo para o embrião. Se não acontece a chegada do embrião no útero, saiba que o endométrico se descola e ocorre a menstruação. Quando falamos de portadoras de endometriose, o endométrio que deveria estar apenas no interior do útero, por razões epigenéticos e genéticos, surge no exterior da sua região habitual.

Vale citar que as causas da endometriose ainda não são conhecidas de forma completa e acredita-se que sua origem é multifatorial. Ou seja, pode ser de origem genética ou decorrente, por exemplo, de problemas com o fluxo do período menstrual, em que uma parte do tecido que foi eliminado durante o ciclo menstrual flui por meio da trompa de Falópio para outras regiões do corpo, como a pelve.

VEJA TAMBÉM: 5 SINTOMAS DA TROMBOSE QUE VOCÊ NÃO PODE DEIXAR DE LADO

A endometriose pode ser silenciosa, mas quando os sintomas surgem, incluem:

  • Infertilidade;
  • Cólica menstrual que conforme o progresso da doença eleva sua intensidade e pode impossibilitar as mulheres de praticarem suas atividades de rotina;
  • Dispaurenia;
  • Dor e sangramento de caráter intestinais e urinários durante a menstruação.

Tratamento da endometriose

A endometriose não tem cura, pois esta é uma condição crônica que dura a vida inteira e geralmente para de manifestar os sintomas após a menopausa, quando ocorre uma queda nos hormônios associados ao endométrio. O médico, após o diagnóstico poderá recomendar um tratamento para aliviar os sintomas de acordo com o quadro do paciente.

Em caso de suspeita da doença, procure seu médico para que ele possa fazer o diagnóstico correto e aplicar o tratamento, caso seja necessário.

Você também pode gostar...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.